Declaração de Rotary sobre o surto de Covid-19 e o seu impacto nos esforços de erradicação da pólio

É vital que os rotários permaneçam fortemente comprometidos com a luta contra a doença para garantir que o progresso alcançado até aqui não se desfaça.

Aparentemente em nenhum canto do mundo, nenhuma pessoa ou comunidade está livre do impacto do surto de covid-19. Os Rotários podem perguntar-se como podem manter o seu enfoque na erradicação da pólio ao mesmo tempo em que enfrentam a pandemia de um vírus para o qual ainda não há vacina – uma situação que o mundo enfrentou com o vírus da pólio não há muito tempo.

A resposta ao surto de Covid-19 exige solidariedade e esforços globais urgentes.

A Iniciativa Global de Erradicação da Pólio (GPEI), com milhares de trabalhadores e uma ampla rede de laboratórios e monitorização, tem o dever moral de assegurar que tais recursos sejam usados para ajudar os países a prepararem-se e a enfrentarem a atual situação.

Podemos orgulhar-nos ao saber que a infraestrutura que os rotários ajudaram a construir para combater a pólio já está a ser usada para enfrentar e interromper a transmissão do novo coronavírus, e atender a inúmeras outras necessidades relacionadas com a saúde pública global.

Na Nigéria, Paquistão e Afeganistão, onde agentes e recursos de combate à pólio têm uma presença significativa, trabalhadores de todos os parceiros da GPEI estão a ajudar na monitorização ao coronavírus, treinando agentes de saúde, rastreando a transmissão do vírus e muito mais.

Voluntários da pólio estão a ser enviados para 13 países para ajudar com a preparação e resposta ao surto da Covid-19.

Sabemos que alguns aspectos do programa de erradicação da poliomielite serão afetados pela emergência causada pelo surto de Covid-19.

Ao enfrentar os desafios de hoje, a coisa mais importante que os membros do Rotary podem fazer para continuar a luta contra a pólio, é manter o seu compromisso com a erradicação da doença, alcançando este ano a meta de juntar US$50 milhões para que todas as crianças possam receber a vacina com segurança.

Entendemos que, mediante uma pandemia global, a atenção dada à erradicação da pólio poderá ser desviada, o que torna ainda mais vital que os rotários permaneçam fortemente comprometidos com a luta contra a doença para garantir que o progresso alcançado até aqui não seja em vão.

É importante continuarmos o nosso trabalho de erradicação da pólio.

Através dele estamos a apoiar a resposta ao surto de Covid-19

Se puder, faça uma contribuição para o Programa Pólio Plus.

Rotary International

30 de março de 2020

Rotary no Ranking Mundial de países, instituições e personalidaes financiadoras da
OMS (Organização Mundial de Saúde)