Transmissão de Tarefas no Rotary Club de Setúbal

Discurso na Transmissão de Tarefas da Presidente Eleita do Rotary Club de Setúbal, Maria Helena Fragôso Mattos

Past-presidente António Chitas e Presidente Eleita Maria Helena Fragôso Mattos

– Senhora Vereadora Carla Guerreiro, em representação da Srª Presidente da Câmara,

– Excelência Reverendíssima Senhor Bispo de Setúbal,

– Senhora Representante da Freguesia de S. Sebastião,

– Companheiro Past-presidente António Chitas,

– Companheiros Rotários,

– Senhoras e Senhores, Convidados, Amigos, dos quais me permito salientar o nosso Companheiro agora Honorário, Mário Moura, um grande exemplo de Homem, Médico e Cidadão, e Amigo de muitas décadas.

Para todos as saudações do RCS e também as minhas saudações pessoais bem como o nosso agradecimento pela vossa presença como testemunhas desta Transmissão de Tarefas.

Serei breve porque a noite vai longa e porque no momento em que se assume um cargo ou uma tarefa não há muito para dizer para além de algumas explicações prévias, da enumeração de alguns objectivos e itens programáticos e da afirmação das intenções e do compromisso tomado.

Quando há menos de quatro anos entrei em Rotary, não imaginava que, em tão pouco tempo, viesse a ser designada para a presente incumbência. Mas aqui estou, sem a pretensão de provar seja o que for, tão só com a intenção de respeitar o meu compromisso e cumprir o lema rotário DAR DE SI ANTES DE PENSAR EM SI.

Esta intenção assenta em dois pressupostos: em primeiro lugar, em contar com as achegas e críticas construtivas de uma equipa de Companheiros experientes; em segundo lugar, em trabalharmos não num regime presidencialista, mas sim num registo de participação e de decisões colegiais, bem como de distribuição e assunção responsável de tarefas.

As vertentes de enfoque na actuação de Rotary, alargamento do quadro, atenção aos jovens nas áreas educação/formação e captação, integração do clube no tecido sócio-cultural envolvente, ou a preocupação com o ambiente e os  recursos, exigem um trabalho ponderado e empenhado; exigem também, subjacente a qualquer acção, que se acredite na necessidade de criar neste mundo em que vivemos, laços de solidariedade, pontes de compreensão e de conciliação das diferenças, que liguem as pessoas, as de perto e as de longe, procurando assim realizar o mote que nos foi dado para 2019 / 2020:       ROTARY CONNECTS THE WORLD,  Rotary liga o mundo…

Na proposta de Plano de Actividades, já apresentada e discutida no clube, são contempladas reflexões e acções relativas à nossa identidade local e aos desafios que se colocam; a problemas ambientais, de recursos, e de solidariedade, bem como da área da família e da educação e formação dos jovens. Interpreto ser de facto, função do Rotary propor reflexões que possam levar a acções significativas de serviço, quer estas venham a ser da iniciativa de cada clube, quer de parcerias com outros clubes ou outras instituições, com o eventual apoio da Fundação Rotária ou do Rotary Internacional.

Um novo ano rotário não deve ser uma rutura mas sim uma continuidade. No nosso caso concreto, será dado prosseguimento a projectos já implementados e bem sucedidos como os de apoio a idosos, a instituições de solidariedade, ou a realização de acções de sensibilização com crianças na área da saúde e alimentação, bem como na área da educação, nomeadamente com a atribuição de bolsas de estudo. Este conjunto de projectos será naturalmente sujeito a avaliação e eventual reformulação, e alargamento com alguns projectos novos já em preparação ou outros que venham a ser propostos e julgados oportunos e viáveis.

Gostaria, contudo, ainda, de referir a minha satisfação por hoje ter sido aberto o site, que certamente poderá transmitir imagem fidedigna e transparente da vida e acção do Rotary Club de Setúbal.

 Finalmente, quero sublinhar a nossa intenção de procurar desenvolver uma maior proximidade do Rotary com o Rotaract através de informação, interacção e colaboração nos dois sentidos.

Termino, reiterando para a consecução destes objectivos, a minha esperança no envolvimento de todos os Companheiros, na medida das possibilidades de cada um.  Da minha parte poderão contar com o meu empenho no trabalho e com a minha lealdade nas relações, na convicção de que juntos, em diálogo aberto e em harmonia, poderemos contribuir para que, através da nossa acção, uma pequena parcela deste mundo se torne um pouco melhor.

 Muito obrigada pela vossa atenção.

M. Helena Fragôso de Mattos (Pres. RCS – 2019/2020)

Setúbal, Hotel do Sado, 28 de Junho de 2019